BlackBerry anuncia plano de reestruturação que prevê 4,5 mil demissões

sexta-feira, 20 de setembro de 2013 18:38 BRT
 

TORONTO, 20 Set (Reuters) - A BlackBerry disse nesta sexta-feira que espera registrar um importante prejuízo trimestral na semana que vem, e que irá cortar mais de um terço de seu pessoal, reacendendo os temores relativos ao fracasso da companhia e levando as ações a uma forte queda.

A empresa, que está tendo dificuldades para recuperar sua fatia de mercado das concorrentes Apple, com o iPhone, e Samsung Electronics, com o Galaxy, disse esperar um prejuízo operacional líquido de 950 milhões a 995 milhões de dólares no trimestre encerrado em 31 de agosto, devido a baixas contábeis e outros fatores.

Os resultados colocarão mais pressão para a BlackBerry encontrar um comprador. A empresa disse no mês passado que estava avaliando suas opções, incluindo uma venda, tendo em vista as vendas persistentemente fracas de seus novos smartphones, que contam com o sistema operacional BlackBerry 10.

"A companhia está caindo num abismo. O que você espera quando anuncia que está à venda?", disse o analista da BGC Partners, Colin Gillis. "Quem iria querer se comprometer com uma plataforma que pode ser fechada?".

As ações da BlackBerry, listadas em Toronto, caíram 23,3 por cento, para 8,34 dólares canadenses, atingindo seu piso este ano, enquanto as ações da empresa na Nasdaq caíram 23 por cento, para 8,10 dólares.

A empresa com sede na cidade de Waterloo, na província canadense de Ontário, afirmou esperar que seu prejuízo líquido ajustado, antes dos efeitos de estoque e de provisões de reestruturação, ficará entre 250 milhões e 265 milhões de dólares, ou uma perda de 47 a 51 centavos por ação.

A BlackBerry disse esperar uma receita de cerca de 1,6 bilhão de dólares, dos quais aproximadamente 50 por cento virá de receitas de sua unidade de serviços.

Os analistas projetavam em média perda de 0,15 dólar por ação e receitas de 3,06 bilhão de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A empresa informou que planeja cortar 4,5 mil postos de trabalho. A BlackBerry já realizou corte de vagas nos últimos 12 meses. A empresa empregava 12,7 mil pessoas em março, mas já chegou a empregar 20 mil.

(Reportagem de Euan Rocha)