BlackBerry faz acordo de US$4,7 bi para ser vendida a consórcio

segunda-feira, 23 de setembro de 2013 15:26 BRT
 

TORONTO, 23 Set (Reuters) - A fabricante canadense de smartphones BlackBerry informou nesta segunda-feira ter fechado acordo preliminar para ser adquirida pelo consórcio liderado por seu maior acionista, a Fairfax Financial Holdings, por 4,7 bilhões de dólares.

A Fairfax, liderada pelo investidor canadense Prem Watsa, detém 10 por cento da BlackBerry. A empresa ofereceu pagar 9 dólares por ação em dinheiro para a empresa canadense, que disse na semana passada esperar um prejuízo de aproximadamente 1 bilhão de dólares no trimestre, devido a vendas mais fracas que o esperado por analistas.

"Podemos entregar valor imediato aos acionistas, enquanto continuamos a execução de uma estratégia de longo prazo em uma empresa privada com foco em soluções superiores e seguras para os clientes da BlackBerry em todo o mundo", disse Watsa em comunicado.

As ações da BlackBerry têm forte queda desde sexta-feira, quando a empresa previu baixa das receitas e demissões em massa. O grupo tem até 4 de novembro para realizar uma due diligence.

Os papéis da companhia eram negociados com alta de 0,27 dólar, para cerca de 9 dólares, na Nasdaq, depois de terem tido sua negociação suspensa mais cedo nesta segunda-feira.

(Reportagem de Alastair Sharp e Julie Gordon)

 
Sede da Blackberry é vista em Waterloo, no Canadá. A fabricante de celulares inteligentes BlackBerry anunciou nesta segunda-feira acordo preliminar para ser adquirida por um consórcio liderado pela Fairfax Financial Holdings por 4,7 bilhões de dólares. 23/09/2013 REUTERS/Mark Blinch