Halford, CFO da Vodafone, deixará empresa no ano que vem

quinta-feira, 3 de outubro de 2013 19:50 BRT
 

LONDRES, 3 Out (Reuters) - A britânica Vodafone disse nesta quinta-feira que seu vice-presidente financeiro Andy Halford deixará o grupo em 2014, após a conclusão do acordo de 130 bilhões de dólares da empresa para vender seu negócio de wireless nos Estados Unidos à Verizon Communications.

Depois de quase nove anos no cargo, a Vodafone disse que Halford queria deixar a empresa até março de 2014, complementando que ele seria substituído por Nick Read, que atualmente é presidente-executivo regional para a região da África, Oriente Médio e Ásia-Pacífico.

Read, que também atuou como o presidente-executivo do Reino Unido do grupo, será nomeado como vice-presidente financeiro designado do grupo em 1o de janeiro, passando a integrar a diretoria em abril, segundo a Vodafone.

Halford ingressou na empresa em 1999 e foi nomeado vice-presidente financeiro da Verizon Wireless, a joint venture nos EUA da Vodafone com a Verizon, em 2002. Ele foi nomeado para a diretoria como vice-presidente financeiro do grupo em 2005.

A Verizon concordou em setembro em pagar 130 bilhões de dólares para comprar a fatia de 45 por cento da Vodafone no negócio wireless nos EUA, assinando o terceiro maior acordo corporativo da história para colocar fim a uma aliança de 14 anos, muitas vezes tensa, entre as empresas.

Read será substituído em seu papel regional por Serpil Timuray no dia 1o de janeiro.

(Por Neil Maidment)