Lembranças do Facebook ofuscam IPO do Twitter

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 14:22 BRT
 

SÃO FRANCISCO, 4 Out (Reuters) - Quando o Facebook estava se preparando para abrir capital no ano passado, os telefones na Granite Investment Advisors tocavam sem parar porque clientes queriam saber sobre a tão esperada estreia da empresa.

Em grande contraste, a Granite não recebeu nenhum telefonema sobre o Twitter na manhã desta sexta-feira --um dia após o Twitter anunciar que irá abrir seu capital, provavelmente até o fim do ano.

"Nenhuma ligação até agora", disse Tim Lesko, principal executivo da Granite Investment Advisors, acrescentando que ele mesmo teria cautela até observar mais alguns trimestres de resultados financeiros.

"Queremos começar a ver números", disse. "Eles precisam amadurecer um pouco mais antes de considerarmos que os números são bons e consistentes."

Enquanto o Twitter se encaminha para fazer a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de tecnologia mais esperada do ano, lembranças da estreia decepcionante do Facebook em 2012 comprometem o entusiasmo pelos papéis da empresa de oito anos de idade.

Assim como o Facebook, o Twitter tem forte reconhecimento de marca, o que tipicamente se traduz em interesse do investidor de varejo. Esta foi uma das razões que levaram o Facebook a alcançar o preço de 38 dólares por ação no IPO, com valor de mercado de 100 bilhões de dólares, ou 99 vezes seu lucro de 2011.

As ações do Facebook caíram no primeiro dia de negociação e continuaram a cair nos meses seguintes. A empresa não atingiu novamente a avaliação obtida no IPO até mais de um ano depois, em agosto deste ano.

O Twitter ainda não determinou o preço, mas analistas esperam que a empresa, que teve prejuízo de 69 milhões de dólares no ano passado, seja avaliada em pelo menos 10 bilhões de dólares.

(Por Poornima Gupta)