CORREÇÃO OFICIAL-Telefônica Brasil inicia piloto para reduzir custos em banda larga fixa

quinta-feira, 10 de outubro de 2013 17:58 BRT
 

(Telefônica corrigiu informação no 5o parágrafo para dizer que

número de clientes é de 3,8 mi e não 10 mi como informado pela empresa)

Por Luciana Bruno

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Telefônica Brasil fechou parceria com a japonesa NEC Corporation para iniciar em São Paulo um projeto-piloto que tem entre os objetivos permitir uma redução de até 30 por cento nos custos operacionais com serviços de dados por rede fixa, informou a companhia à Reuters nesta quinta-feira.

O objetivo é reduzir o número de equipamentos necessários para a instalação da Internet banda larga, de forma que a implantação dos serviços e sua gestão seja feita diretamente pela rede da operadora, por meio da tecnologia de nuvem, sem a necessidade de enviar funcionários para a residência dos clientes.

A previsão é que, depois de adotado comercialmente -- o que deve ocorrer em meados do segundo semestre de 2014 --, o projeto reduza em 15 a 30 por cento os custos operacionais da Vivo nos serviços de dados (que incluem banda larga mais as conexões de médias e grandes empresas), disse à Reuters o diretor de serviços aos clientes da operadora, Ari Falarini.

"A ideia do piloto é ter um equipamento simples em casa, e esse equipamento garantirá toda a comunicação com a nossa rede", disse Falarini. "Toda a inteligência de decisão do que fazer dentro da rede, que conteúdo acessar, ficaria na própria rede, na nuvem", completou.

O piloto estará em teste em um número ainda não definido de clientes do Estado de São Paulo, dentro da base de 3,8 milhões de assinantes de banda larga da Vivo, marca usada pela Telefônica no país. Posteriormente, será ampliado para outros Estados.   Continuação...