14 de Outubro de 2013 / às 17:16 / 4 anos atrás

Telefónica prepara venda de fatia em unidade tcheca

MADRI/LONDRES, 14 Out (Reuters) - O grupo de telecomunicações espanhol Telefónica começou a preparar a venda de uma fatia em sua unidade tcheca, afirmaram nesta segunda-feira três fontes do setor bancário próximas ao processo, mas não diretamente envolvidas na operação.

A Telefónica, que pretende reduzir sua dívida para menos de 47 bilhões de euros (64 bilhões de dólares) até o fim do ano, vendeu uma série de ativos para pagar empréstimos, incluindo seu negócio irlandês O2.

Analistas já vinham apontando a Telefónica da República Tcheca como um ativo que o grupo poderia vender. A Telefónica registrou dívida líquida de 49,8 bilhões de euros no primeiro semestre.

Duas das fontes disseram que o grupo de investimento tcheco PPF, cujo dono é o homem mais rico do país, Petr Kellner, seria o comprador mais provável.

O PPF recentemente vendeu sua unidade de telecomunicações, que irá competir como Revolution Mobile sob novo dono, mas parece estar interessado em voltar ao setor. A empresa considerou participar do leilão de 4G em andamento na República Tcheca, mas não foi à frente com o plano, por isso, comprar o negócio da Telefónica seria alternativa para entrar no mercado.

Uma das duas fontes disse que um fundo de private equity poderia comprar a Telefónica da República Tcheca se o PPF não o fizer, acrescentando que as empresas de telecom russas podem ter interesse no ativo, apesar de enfrentarem oposição política.

Um porta-voz da Telefónica em Madri recusou-se a comentar.

A Bloomberg noticiou mais cedo nesta segunda-feira que o Goldman Sachs e o Société Générale estavam ajudando a Telefónica a encontrar um comprador para sua operação no país, apesar de fontes consultadas pela Reuters não terem informado quais bancos estariam com o mandato.

Société Générale e Goldman Sachs não comentaram.

A Telefónica detém atualmente 69,41 por cento da empresa tcheca, que tem um valor de mercado de 5,2 bilhões de dólares, de acordo com dados da Thomson Reuters. As ações da Telefónica da República Tcheca subiram 6,4 por cento, para 322,50 coroas nesta segunda-feira.

A empresa enfrenta pressão nas margens devido ao aumento da competição no mercado tcheco de telecomunicações, onde enfrenta as rivais T-Mobile e Vodafone, assim como operadoras virtuais que alugam espaço na rede.

A operação tem uma base de 9,3 milhões de clientes na República Tcheca e Eslováquia e registrou queda de 7 por cento em suas receitas, para 930 milhões de euros, nos resultados do primeiro semestre.

Por Clare Kane, Sophie Sassard e Anjuli Davies

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below