ENTREVISTA-Ministro da Índia: Vodafone colocará mais de US$2 bi em unidade local

terça-feira, 15 de outubro de 2013 15:16 BRT
 

NOVA DÉLI, 15 Out (Reuters) - A britânica Vodafone indicou que investirá mais de 2 bilhões de dólares na Índia após uma decisão do governo de permitir que empresas estrangeiras sejam inteiramente proprietárias de operadoras locais, disse o Ministro das Telecomunicações Kapil Sibal na terça-feira.

"A Vodafone está trazendo mais do que uns bilhões de dólares", Sibal disse à Reuters em uma entrevista. "Eles trarão investimento e aproveitarão o Investimento Estrangeiro Direto (IED) de 100 por cento que agora está em vigor".

A Vodafone tem a intenção de aumentar sua participação em sua subsidiária indiana após a remoção do limite de 74 por cento de investimento por empresas estrangeiras em companhias de telecomunicações, segundo uma fonte disse à Reuters no começo deste mês.

Sibal não deu mais detalhes sobre os planos da Vodafone, e um porta-voz da empresa em Londres não foi encontrado imediatamente para comentários.

Sibal disse que o governo deseja consolidação no mercado de telecomunicações da Índia, que hoje conta com 12 empresas, e espera permitir acordos entre operadoras com uma participação de mercado combinada de até 60 por cento com as novas regras de fusão e aquisição esperadas para o fim deste mês.

Ele disse também que era "possível" que o governo pudesse realizar outro leilão do espectro de terceira geração (3G), que seria o primeiro desde 2010, mas não deu um cronograma para isso.

O governo planeja leiloar as faixas na banda de 700 megahertz "em um ano ou próximo disso", ele complementou.

(Por John Chalmers e Devidutta Tripathy)