Ziggo ganha mais clientes, mas gasta mais para mantê-los

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 18:24 BRST
 

Por Robert-Jan Bartunek

A empresa holandesa de telecomunicações Ziggo informou que o seu resultado operacional caiu no terceiro trimestre apesar de ter ampliado o número de clientes, devido aos maiores gastos com marketing e promoções para manter espaço frente aos rivais.

A Ziggo, que no início desta semana rejeitou uma oferta de compra de seu principal acionista, a Liberty Global, disse na sexta-feira que mais do que dobrou seus gastos com marketing e vendas em relação ao terceiro trimestre do ano passado, o que reduziu sua margem de lucro em 3,3 pontos percentuais.

O grupo, que compete por clientes de telefonia, TV e banda larga da KPN, colheu, porém, os frutos de seus gastos.

A empresa adicionou clientes para todos os seus serviços na comparação com o segundo trimestre, com exceção da TV analógica, que em geral é um negócio do qual as empresas de cabo pretendem sair.

O lucro da empresa caiu 2,9 por cento no terceiro trimestre, para 220,4 milhões de euros (301,2 milhões de reais), abaixo dos 222 milhões de euros esperados por cinco analistas ouvidos pela Reuters.

A Ziggo reiterou que suas receitas em 2013 deverão crescer 1 por cento, com o Ebitda permanecendo no mesmo nível do ano passado.