HTC suspende linhas de produção por piora no fluxo de caixa, dizem fontes

quarta-feira, 23 de outubro de 2013 13:42 BRST
 

TAOYUAN, Taiwan, 23 Out (Reuters) - A fabricante taiwanesa de smartphones HTC suspendeu ao menos uma de suas quatro principais linhas de montagem, que corresponde por pelo menos um quinto de sua capacidade total, e está terceirizando sua produção conforme a queda nas vendas pressiona seu fluxo de caixa, segundo fontes com conhecimento direto da situação.

A HTC lançou a versão mais recente do celulares da linha One este ano mas tem enfrentado dificuldades para ganhar ímpeto em um mercado dominado pelas rivais maiores Apple e Samsung.

A empresa, cujos problemas foram exacerbados por dificuldades na cadeia de fornecimento e por problemas internos, divulgou perdas trimestrais pela primeira vez neste mês, e seu fluxo de caixa de operações caiu para negativos 707,27 milhões de dólares a partir do final de junho.

Duas das quatro fontes que falaram à Reuters disseram que a HTC havia combinado a produção de duas linhas em Taoyuan em uma única, o que reduziria sua capacidade potencial em cerca de 1 milhão de telefones por mês, ante uma capacidade total de cerca de 2,5 milhões de telefones no local e cerca de 4,5 milhões incluindo operações em outros lugares.

A maioria das linhas de produção na fábrica da HTC em Xangai, que tem capacidade de produzir 2 milhões de telefones por mês, também não estavam funcionando, disse uma das fontes, com apenas um pequeno número de telefones sendo fabricados para vendas dentro da China.

A HTC estava considerando vender as linhas de produção fora de uso na China e em Taiwan, segundo duas das fontes.

"O fluxo de caixa da HTC não está indo bem. A empresa tem de fazer algo logo para gerar caixa", disse uma das fontes com conhecimento direto do plano de venda da manufatura.

Ao final de junho, a posição de caixa da HTC caiu para 48,1 bilhões ante 55,5 bilhões de dólares taiwaneses um ano antes, conforme o fluxo de caixa se tornou negativo. Seu balanço patrimonial mostra também que os pagamentos de contas cresceram enquanto entrou menos dinheiro de consumidores. As contas a receber cresceram em 7,9 bilhões de dólares taiwaneses, mas as contas a pagar caíram para 7,8 bilhões.

Espera-se que o retorno sobre ativos da HTC (ROA, na sigla em inglês), um indicador da eficiência da empresa no uso de seus ativos para gerar lucros, se torne negativo este ano a -0,69 por cento, a primeira vez que acontece desde 1999, de acordo com a SmartEstimates. O ROA no ano passado foi de 8,1 por cento.

(Por Clare Jim, Umesh Desai, Jeremy Wagstaff e Patturaja Murugaboopathy)

 
Clientes olham smartphones da HTC um uma loja de celulares em Taipei, Taiwan. A fabricante taiwanesa de smartphones HTC suspendeu ao menos uma de suas quatro principais linhas de montagem, que corresponde por pelo menos um quinto de sua capacidade total, e está terceirizando sua produção conforme a queda nas vendas pressiona seu fluxo de caixa, segundo fontes com conhecimento direto da situação. 30/07/2013. REUTERS/Pichi Chuang