Acionistas da Microsoft são aconselhados a votar contra Thompson

terça-feira, 29 de outubro de 2013 11:57 BRST
 

Por Bill Rigby

SEATTLE, 29 Out (Reuters) - A empresa de consultoria de representação Glass Lewis recomendou aos acionistas da Microsoft que votem contra a reeleição do principal diretor independente John Thompson, que é o responsável pelos esforços da empresa para encontrar um novo presidente-executivo.

Em uma nota encaminhada para seus clientes na segunda-feira, a Glass Lewis expressou preocupações sobre um possível conflito de interesses para Thompson em seu papel como presidente-executivo da Virtual Instruments, uma empresa de computação em nuvem que vende licenças e dispositivos à Microsoft.

Representantes da Microsoft não responderam imediatamente a um pedido por comentários.

Thompson, um ex-executivo da IBM, foi indicado para o conselho da Microsoft em fevereiro de 2012 e foi eleito pelos acionistas na assembleia geral ao final do mesmo ano.

A empresa que ele comanda, a Virtual Instruments, recebeu cerca de 2,3 milhões de dólares da Microsoft no último ano fiscal por licenças de software e dispositivos de hardware, o que perfaz menos do que 5 por cento da receita anual total da Virtual Instruments, de acordo com o relatório anual da Microsoft aos acionistas.

 
Logo da Microsoft sobre o edifício sede da empresa em Bucareste. A empresa de consultoria de representação Glass Lewis recomendou aos acionistas da Microsoft que votem contra a reeleição do principal diretor independente John Thompson, que é o responsável pelos esforços da empresa para encontrar um novo presidente-executivo. 20/03/2013. REUTERS/Bogdan Cristel