Resultado financeiro pressiona lucro da TIM no 3o trimestre

terça-feira, 29 de outubro de 2013 22:21 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 29 Out (Reuters) - O lucro líquido da TIM Participações caiu 15,6 por cento no período de julho a setembro na comparação anual sob o impacto dos resultados financeiros, em um momento em que o mercado trabalha com a possibilidade de venda da operadora.

A empresa registrou lucro líquido de 315 milhões de reais no terceiro trimestre, ante 373,2 milhões de reais um ano antes. A média das estimativas de analistas obtidas pela Reuters apontava lucro de 371 milhões de reais.

O lucro foi "amplamente impactado pelos resultados financeiros líquidos", informou a TIM na noite desta terça-feira.

Este resultado ficou negativo em 90,2 milhões de reais, frente a 29,5 milhões de reais negativos do mesmo período do ano passado. Segundo a TIM, o aumento ocorreu devido à alta anual de 11,3 por cento das despesas financeiras, com a dívida bruta maior (4,8 bilhões de reais frente a 3,5 bilhões de reais no terceiro trimestre de 2012).

A operadora afirmou que apesar de dificuldades com o ambiente macroeconômico desfavorável no período, seus resultados continuaram "mostrando resiliência", à medida em que estratégias praticadas há alguns trimestres estão apresentando resultados positivos, tanto operacionais quanto financeiros.

Uma delas é a ampliação da base de clientes pós-pagos, que no trimestre encerrado em setembro cresceu 16,4 por cento ano a ano. Outra medida é a ampliação do uso de serviços dados, cujas receitas tiveram alta de 21,5 por cento, para 1,36 bilhão de reais, impulsionada pela maior penetração dos smartphones.

Desta forma, a receita líquida total subiu 7,6 por cento, a 5,083 bilhões de reais, além de uma alta de 40,9 por cento da receita com produtos. Mas a receita líquida média por cliente (ARPU, do inglês) atingiu 18,6 reais no período, queda de 1,6 por cento na comparação anual.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de 1,25 bilhão de reais, alta de 4,2 por cento na comparação anual.

A posição dívida líquida/Ebitda acumulada em 12 meses ficou em 0,28 vez, contra 0,29 vez no terceiro trimestre de 2012.   Continuação...