Ericsson vê crescimento maior em uso de smartphones

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 12:46 BRST
 

ESTOCOLMO, 11 Nov (Reuters) - As assinaturas por smartphones no mundo crescerão mais rápido do que se pensava, quase triplicando até 2019 e forçando as operadoras a implantar redes de alta velocidade para lidar com o crescente tráfego de dados, disse a Ericsson nesta segunda-feira.

A maior fabricante de equipamento para redes de telefonia móvel do mundo disse que esperava 5,6 bilhões de assinaturas de smartphones no mundo até o final de 2019, ante 1,9 bilhão em 2013, conforme mais pessoas em mercados emergentes adquirem smartphones baratos ao invés de celulares básicos.

Isso ajudará a impulsionar um aumento de dez vezes do tráfego de dados móveis entre 2013 e 2019, a maior parte graças a vídeos, segundo a Ericsson. A empresa espera que o tráfego mensal de dados de smartphone chegue a 10 exabytes até 2019.

Em seu relatório bianual anterior sobre tendências das telecomunicações no mundo, divulgado em junho, a Ericsson havia projetado 4,5 bilhões de assinaturas de smartphones até o final de 2018. No relatório desta segunda-feira, esse número foi elevado para 5,1 bilhões.

Para atender a pressão maior sobre as redes de telecomunicações conforme o tráfego de dados cresce, as operadoras vão expandir o 4G de alta capacidade, ou LTE, para cobrir mais de 65 por cento da população mundial até 2019, ante cerca de 10 por cento em 2012, segundo a Ericsson.

(Por Sven Nordenstam)

 
Smartphones da Sony Ericsson Xperia Arc and XperiaX8 são exibidos durante evento em Las Vegas. As assinaturas por smartphones no mundo crescerão mais rápido do que se pensava, quase triplicando até 2019 e forçando as operadoras a implantar redes de alta velocidade para lidar com o crescente tráfego de dados, disse a Ericsson nesta segunda-feira. 07/01/2011. REUTERS/Steve Marcus