Controlador da Telecom Italia diz que votará contra remoção de conselho

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 18:22 BRST
 

MILÃO, 22 Nov (Reuters) - A Telco, que controla a Telecom Italia com uma fatia de 22,4 por cento, afirmou nesta sexta-feira que vai votar contra uma proposta para remover o atual conselho da companhia de telefonia em um encontro de acionistas no mês que vem.

Os acionistas da Telecom Italia irão se encontrar em 20 de dezembro para votar a remoção do Conselho de Administração, proposta que partiu do investidor minoritário Findim, que possui 5 por cento da companhia.

A Findim e alguns investidores de varejo da Telecom Italia têm se mostrado irritados devido a um acordo recente que dá à espanhola Telefonica, membro da holding Telco, a opção de obter o controle do maior grupo de telefonia italiano sem tem que lançar uma oferta de aquisição.

A Telco, que nomeou a maioria do atual conselho da empresa, afirmou em comunicado que seu próprio conselho "decidiu votar contra a proposta do acionista Findim".

Caso os acionistas revoguem o conselho, terão que votar em uma nova lista de diretores.

O comunicado da Telco listou três candidatos que apresentaria neste caso. Eles são o atual presidente-executivo, Marco Patuano, Julio Linares, vice-presidente operacional, e a professora de direito Stefania Bariati.

Em comunicado separado, representantes de 14 investidores institucionais italianos e estrangeiros, com uma fatia combinada de 1,585 por cento, propuseram 14 nomes, incluindo os atuais diretores independentes da Telecom Italia Luigi Zingales e Lucia Calvosa.

(Reportagem de Danilo Masoni)