Justiça dos EUA recusa-se a analisar caso sobre varejistas online

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 14:43 BRST
 

WASHINGTON, 2 Dez (Reuters) - A Suprema Corte dos Estados Unidos recusou-se nesta segunda-feira a analisar a questão de longa data sobre se varejistas onlines como Amazon.com devem ser obrigadas a recolher impostos sobre as vendas nos Estados onde não têm presença física.

Em um caso levado pela Amazon e Overstock.com, a Suprema Corte deveria decidir se uma lei do Estado de Nova York que exige que as varejistas onlines paguem impostos é válida sob a Constituição dos EUA.

Como o Tribunal se recusou a ouvir o caso, o desafio feito pelas varejistas a essa lei falhou.

(Por Lawrence Hurley)