Telebras aprova pré-acordo para cabo submarino Brasil-Europa

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014 13:31 BRST
 

BRASÍLIA, 15 Jan (Reuters) - O Conselho de Administração da estatal Telebras aprovou pré-acordo para criar uma joint venture com a espanhola IslaLink Submarine Cables, que vai construir e operar um cabo submarino Brasil-Europa, projeto com previsão de investimento de 185 milhões de dólares.

A nova empresa, JVCo, terá participação de 45 por cento da IslaLink. A Telebras terá 35 por cento. Além disso, a Telebras ainda negocia sócios paras os 20 por cento restantes, que devem ficar com fundos de investimentos brasileiros.

Em coletiva de imprensa para transferir o cargo, o agora ex-presidente da Telebras Caio Bonilha disse que a negociação para os 20 por cento restantes na sociedade deve ser concluída até abril.

A expectativa da Telebras é iniciar a construção do cabo, o segundo ligando o Brasil a Europa, no início do segundo semestre. A obra deve levar 18 meses para estar concluída.

A Telebras também firmou memorando de entendimentos com a Silica Networks Argentina e a Silica Networks Chile buscando parceria para uma rede de fibra óptica que vai conectar Brasil e Argentina, ligando também o Chile, possibilitando à empresa brasileira acesso às redes na costa do Pacífico.

Bonilha disse que o objetivo da estatal é chegar ao equilíbrio operacional neste ano.

"Estamos negociando contrato de atendimento para a Copa do Mundo. É um contrato grande", disse Bonilha, que será substituído no comando da Telebras por Francisco Ziober Filho, que respondia pela diretoria Comercial da empresa desde 2012.

(Por Leonardo Goy)

 
Um navio coloca um cabo de fibra óptica para conectar Venezuela e Cuba em uma praia em La Guaira, perto de Caracas. O Conselho de Administração da estatal Telebras aprovou pré-acordo para criar uma joint venture com a espanhola IslaLink Submarine Cables, que vai construir e operar um cabo submarino Brasil-Europa, projeto com previsão de investimento de 185 milhões de dólares. 22/01/2011 REUTERS/Jorge Silva