Receita da AT&T sobe, mas avanço de assinantes fica abaixo das projeções

terça-feira, 28 de janeiro de 2014 20:36 BRST
 

NOVA YORK, 28 Jan (Reuters) - A AT&T, segunda maior operadora móvel dos Estados Unidos, teve um crescimento de assinantes no último trimestre abaixo das estimativas de Wall Street, levando suas ações a uma queda de 1,6 por cento nas negociações do after market.

A AT&T também acrescentou menos assinantes no último trimestre do que seus dois maiores concorrentes, a Verizon Wireless e a T-Mobile EUA. Os investidores têm se preocupado que a AT&T poderia envolver-se em uma guerra de preços.

A AT&T informou que as adições líquidas de assinantes foram de 566 mil no trimestre, bem abaixo da média da expectativa de Wall Street, de 636 mil, de acordo com oito analistas contatados pela Reuters.

Seu crescimento também ficou abaixo da líder de mercado Verizon Wireless, que teve adição de 1,6 milhão de adições de assinantes, e da T-Mobile EUA, que teve 869 mil.

A empresa teve lucro de 6,9 bilhões de dólares no quarto trimestre, ou 1,31 dólar por ação, comparado a um prejuízo de 3,86 bilhões de dólares, ou 0,68 dólar por ação, um ano antes, quando teve um massivo encargo atuarial. O último trimestre incluiu um ganho relacionados a pensões.

Excluindo itens extraordinários, o lucro da AT&T foi de 0,53 dólar por ação no trimestre, em comparação com as expectativas de 0,50 dólar de Wall Street, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita aumentou para 33,16 bilhões de dólares ante 32,58 bilhões de dólares, e um pouco abaixo das estimativas de 33,06 bilhões de acordo om a Thomson Reuters I/B/E/S.

Para 2014, a AT&T prevê um crescimento de receita contínuo na faixa de 2 a 3 por cento. A companhia estabeleceu um orçamento de capital no patamar de 21 bilhões dólares para o ano e disse que o fluxo de caixa livre é esperado para estar na faixa de 11 bilhões de dólares.