Regulador dos EUA demonstra ceticismo sobre fusão entre Sprint e T-Mobile

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014 13:38 BRST
 

4 Fev (Reuters) - O presidente da Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, Tom Wheeler, expressou seu cetismo sobre uma potencial fusão entre a Sprint e a T-Mobile US em uma reunião com o presidente do Conselho da Sprint, Masayoshi Son, na segunda-feira, segundo uma autoridade da FCC a par do assunto.

Son, presidente-executivo da empresa japonesa de telecomunicações SoftBank, que comprou a Sprint no ano passado, reuniu-se com o mais alto regulador de telecomunicações dos EUA junto ao presidente-executivo da Sprint, Dan Hesse.

Wheeler disse a Son e Hesse que está muito cético acerca da potencial oferta da terceira maior operadora de celular Sprint para adquirir a quarta maior, a T-Mobile, de acordo com a autoridade do FCC, que não presenciou a reunião.

Wheeler disse que manterá a mente aberta sobre a potencial transação, segundo a fonte, e de modo geral ecoou comentários feitos na semana passada pelo chefe antitruste Willaim Baer, que deu como pequena a chance de aprovação regulatória de fusões entre quaisquer companhias das quatro maiores do mercado de telefonia celular dos EUA.

A Sprint vem tentando convencer reguladores norte-americanos de que a perspectiva de mais consolidação no setor de telefonia móvel dos EUA não deve ser descartada sem uma análise justa, segundo uma pessoa familiarizada com a situação.

Um porta-voz da SoftBank em Tóquio não quis comentar. Separadamente, uma pessoa próxima ao SoftBank disse: "não estou muito surpreso com o cetisimo do presidente do FCC. Sinto que esta é uma reação até típica".

(Por Alina Selyukh, Sinead Carew e Maki Shiraki)