10 de Fevereiro de 2014 / às 22:29 / em 4 anos

Apple perde tentativa de bloquear monitor antitruste de e-books

NOVA YORK, 10 Fev (Reuters) - A Apple perdeu nesta segunda-feira sua mais recente tentativa de colocar em espera um monitor indicado pelo tribunal antitruste, depois que um tribunal federal de apelações rejeitou o argumento de que seu trabalho estava causando danos irreparáveis ​​à empresa.

Em uma breve ordem, o Segundo Circuito Norte-Americano do Tribunal de Apelações de Nova York disse que o monitor Michael Bromwich pode continuar a analisar as políticas de compliance antitruste da Apple, enquanto a empresa busca um apelo mais amplo visando removê-lo por completo.

A juíza distrital Denise Cote instalou Bromwich em outubro, três meses depois que ela concluiu que a Apple era responsável por conspirar com cinco editoras para aumentar os preços de e-books.

Desde então, a Apple tem travado uma batalha perdida para colocar Bromwich no gelo, reclamando que ele tem buscado agressiva e indevidamente entrevistas com os principais executivos e possui amplo acesso aos documentos da empresa para além do âmbito das suas funções.

Com o entendimento de que “o monitor irá realizar suas atividades dentro dos limites” dos seus deveres, o tribunal de apelações disse que iria negar o pedido da Apple.

A Apple não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários. O Departamento de Justiça disse que não tinha comentários imediatos.

Por Nate Raymond and Joseph Ax

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below