Coreia do Sul desviará comunicações sensíveis de equipamentos da Huawei

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 13:49 BRST
 

SEUL, 14 Fev (Reuters) - A Coreia do Sul concordou em direcionar comunicações sensíveis sul-coreanas e norte-americanas para longe das redes que incluem equipamentos fabricados pela Huawei Technologies, após preocupações de Washington relacionadas à empresa chinesa, publicou o Wall Street Journal nesta sexta-feira.

Autoridades dos Estados Unidos, em reuniões com seus colegas sul-coreanos nos últimos meses, levantaram o risco de equipamentos da Huawei serem usados para espionar as comunicações entre aliados assim como comprometer redes usadas pelo exército dos EUA e autoridades de inteligência na Coreia do Sul, informou a publicação.

"Para endereçar essas preocupações com segurança, a Coreia do Sul decidiu promover mudanças no projeto para que comunicações governamentais sensíveis da Coreia do Sul não passem por equipamento da Huawei", disse o jornal, citando autoridades norte-americanas a par das discussões.

Uma autoridade dos EUA confirmou a informação, mas se negou a dar mais detalhes. Um funcionário do Ministério das Relações Exteriores sul-coreano recusou-se a comentar a notícia, mas disse que a questão envolve decisões de compra de empresas privadas, sobre as quais o governo não tem controle. A Huawei não comentou a notícia.

(Por Jack Kim em Seul e Arshad Mohammed em Pequim)