HP sabia sobre práticas da Autonomy antes de reduzir valor--jornal

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014 11:58 BRT
 

(Reuters) - Executivos seniores da Hewlett-Packard estavam cientes de certas práticas de venda da Autonomy meses antes de uma denúncia sobre essa estratégia ter levado a HP a depreciar o valor da companhia em bilhões de dólares, publicou o Financial Times.

A HP, que comprou a Autonomy por 11,1 bilhões de dólares em 2011 apenas para depreciar o seu valor a 8,8 bilhões de dólares um ano depois, acusou funcionários da Autonomy de fraude contábil.

Sugestões de que a HP poderia ter sabido sobre algumas das práticas da Autonomy antes de ocorrer a denúncia poderiam enfraquecer o seu argumento de que os funcionários Autonomy ocultaram informações.

A prática da Autonomy da venda de hardware para clientes sofrendo prejuízos havia sido documentada por auditores e um relatório foi fornecido à HP depois que comprou a fabricante britânica de software, disse o FT.

Executivos da HP foram incluídos nas comunicações sobre as vendas de hardware da Autonomy antes que a denúncia revelou as transações, disse o FT.

A Autonomy foi fundada e liderada pelo empresário britânico Mike Lynch, que tem repetidamente negado as acusações da HP.