UE deverá se opor a acordo entre Telefónica e KPN

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014 17:06 BRT
 

BRUXELAS, 18 Fev (Reuters) - A proposta da Telefónica para a aquisição da unidade alemã da KPN deve receber uma objeção formal do regulador antitruste da União Europeia nos próximos dias, disseram fontes familiarizadas com o assunto nesta terça-feira.

A Comissão Europeia abriu uma investigação sobre o acordo em dezembro do ano passado, alegando estar preocupada com a redução da competitividade na Alemanha causar uma alta dos preços ao consumidor.

"O próximo passo é comunicar as objeções às empresas", disse uma das fontes, referindo-se a um documento da Comissão que determina as condições para a aprovação do negócio.

(Reportagem de Foo Yun Chee)