Vodafone culpa Índia por colapso em negociações envolvendo US$2 bi em impostos

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014 14:38 BRT
 

BOMBAIM, 19 Fev (Reuters) - A Vodafone culpou nesta quarta-feira o governo indiano pelo colapso nas negociações envolvendo uma disputa tributária de 2 bilhões de dólares relacionada à aquisição da unidade de celular da Hutchison Whampoa no país.

O Ministério das Finanças indiano procura a aprovação do gabinete federal para retirar procedimentos de conciliação depois que a Vodafone pediu que uma disputa tributária separada fosse incluída nas negociações.

"A Vodafone entrou nas discussões com o governo indiano de boa fé e de boa vontade, como um dos maiores investidores internacionais da Índia, para conseguir um resultado aceitável para as duas partes", disse a Vodafone após informações na imprensa de que o governo estaria interrompendo as negociações.

Incertezas sobre a política indiana preocupam investidores, com reivindicações de impostos para empresas estrangeiras como a principal questão. IBM, Royal Dutch Shell e Nokia estão entre as empresas estrangeiras contestando cobranças de impostos.

A Vodafone, segunda maior operadora de celular do mundo em número de assinantes, entrou na Índia em 2007 após o acordo envolvendo a Hutchison Whampoa. A empresa está contestando uma cobrança de cerca de 112 bilhões de rúpias (1,8 bilhão de dólares) relacionada à aquisição.

(Por Devidutta Tripathy e Sumeet Chatterjee)