Oi entra com pedido de registro de oferta de ações na CVM

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014 14:11 BRT
 

SÃO PAULO, 20 Fev (Reuters) - A Oi submeteu pedido de registro para oferta pública de ações ordinárias e preferenciais na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), operação que faz parte do processo de fusão com a Portugal Telecom, conforme prospecto preliminar divulgado na noite de quarta-feira.

A empresa disse em fato relevante publicado nesta quinta que a precificação da oferta deverá ocorrer em 16 de abril, sendo que o valor total do aumento de capital da Oi é estimado em, aproximadamente, 14 bilhões de reais.

Em outubro do ano passado, a Oi e a Portugal Telecom anunciaram acordo para a fusão de suas operações, que resultará na criação da CorpCo, uma multinacional com cerca de 100 milhões de clientes. A investida já previa a realização de um aumento de capital na operadora brasileira.

O prospecto preliminar ainda não possui informações sobre o número de ações que serão emitidas no âmbito da oferta de distribuição primária, em que os recursos serão destinados exclusivamente ao caixa da companhia.

Segundo a Oi, o preço por ação ordinária será baseado no valor por papel preferencial e apurado de acordo uma taxa de conversão de uma ação preferencial para 0,9211 ação ordinária.

Já o preço por ação preferencial no aumento de capital será fixado após a conclusão do procedimento de bookbuilding e irá considerar a cotação das ações preferenciais da Oi na bolsa e as indicações de interesse coletadas.

O BTG Pactual é o coordenador líder da oferta, que conta também com a participação de bancos como o Bank of America Merrill Lynch, Barclays, Credit Suisse e Espírito Santo Investiment Bank, entre outros bancos.

A Oi informou que a Portugal Telecom celebrou compromisso de subscrição do aumento de capital da Oi em parcela a ser integralizada em bens.

O compromisso, porém, está sujeito a condições precedentes, incluindo aprovação pela assembleia geral dos acionistas da operadora portuguesa e a subscrição, no aumento de capital da Oi, de parcela em dinheiro de, no mínimo, 7 bilhões de reais.   Continuação...

 
O logotipo do grupo de telecomunicações Oi dentro de uma loja em São Paulo. A Oi submeteu pedido de registro para oferta pública de ações ordinárias e preferenciais na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), operação que faz parte do processo de fusão com a Portugal Telecom, conforme prospecto preliminar divulgado na noite de quarta-feira. 02/10/2013 REUTERS/Nacho Doce