Europa estuda regular vendas de jogos para dispositivos móveis

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 15:02 BRT
 

BRUXELAS, 27 Fev (Reuters) - A Comissão Europeia anunciou planos nesta quinta-feira de atacar um dos flagelos da era moderna - jogos em tablets e smartphones que permitem adultos e crianças a elevar suas contas de cartões de crédito ao fazer compras dentro do aplicativo.

Após preocupações terem sido trazidas por grupos de consumidores de Dinamarca, Reino Unido, Itália e Bélgica, a Comissão irá realizar conversas com a indústria, autoridades e órgãos de defesa do consumidor na quinta e sexta-feira para considerar regras mais claras.

A principal preocupação é que jogos são frequentemente classificados como "grátis para download", mas não são "grátis para jogar", com compras automaticamente debitadas de um cartão de crédito registrado. Mais da metade dos games online da União Europeia são anunciados como "grátis", disse a Comissão, apesar de muitos esconderem seus custos.

"Enganar consumidores é claramente um modelo de negócio equivocado e também vai contra o espírito das regras da União Europeia na proteção ao consumidor", disse a comissária de Justiça da UE, Viviane Reding.

(Por Luke Baker)