Investimentos da Deutsche Telekom nos EUA afetarão fluxo de caixa

quinta-feira, 6 de março de 2014 08:30 BRT
 

BONN, Alemanha, 6 Mar (Reuters) - A Deutsche Telekom acabou com as esperanças sobre uma recuperação nos pagamentos de dividendos até 2015 após reduzir sua projeção de fluxo de caixa livre para gastar mais dinheiro e ganhar clientes nos Estados Unidos.

O ex-monopólio alemão de telecomunicações disse nesta quinta-feira que não alcançará sua meta original de 6 bilhões de euros (8,2 bilhões de dólares) em fluxo de caixa livre até 2015, um indicador importante para pagamentos de dividendos.

A Deutsche Telekom disse que, em vez disso, o fluxo de caixa livre ficará um pouco acima dos 4,2 bilhões de euros esperados para este ano.

O negócio da Deutsche Telekom nos EUA, a T-Mobile US, é a quarta colocada no mercado móvel do país com 325 milhões de conexões totais e tem como objetivo acrescentar entre 2 milhões e 3 milhões de clientes a mais este ano.

"Poderíamos alcançar nosso nível de ambição original para 2015 de cerca de 6 bilhões de euros se fechássemos a porta para a corrida de consumidores nos EUA", disse Thomas Dannenfeldt, vice-presidente financeiro da Deutsche Telekom, em um comunicado.

A Deutsche Telekom informou que seu lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), excluindo itens não recorrentes, subiu para 4,06 bilhões de euros no quarto trimestre, levemente abaixo da expectativa média de 4,14 bilhões em uma pesquisa da Reuters.

(Por Harro Ten Wolde)