Conglomerado francês faz oferta por operadora de telecomunicação da Vivendi

quinta-feira, 6 de março de 2014 16:18 BRT
 

PARIS, 6 Mar (Reuters) - O conglomerado francês Bouygues fez uma oferta pela SFR, braço de telecomunicação da Vivendi, no que poderia dar ao grupo vendedor um maior potencial de ganho em relação a oferta rival, mas com maiores riscos regulatórios.

A Bouygues, com atuação em telecomunicação a construção, ofereceu 10,5 bilhões de euros (14,4 bilhões de dólares) em dinheiro pela SFR da Vivendi e uma participação de 46 por cento na nova empresa.

A oferta da rival da operadora a cabo francesa Numericable incluiu 11 bilhões de euros em dinheiro e participação de 32 por cento da Vivendi na empresa resultante da fusão, disseram fontes mais cedo.

Uma fusão entre a SFR e Bouygues pode criar o sétimo maior grupo de telecomunicação da Europa em termos de vendas. Na França, seria líder de mercado à frente da atual Orange em fatia de mercado.

Se a proposta for aceita pela Vivendi e aprovada pelos órgãos reguladores, a oferta reduziria a concorrência no mercado francês de quatro para três operadores de telefonia móvel, podendo aliviar a guerra de preços gerada pela entrada no mercado da operadora de baixo custo Iliad em janeiro de 2012.

(Reportagem de Leila Abboud e Matthieu Protard; reportagem adicional de Gwenaelle Barzic)