Autoridades ucranianas sofrem mais ataques cibernéticos

sábado, 8 de março de 2014 11:57 BRT
 

KIEV (Reuters) - O maior órgão de segurança da Ucrânia disse neste sábado que, ao lado da agência de notícias nacional, foi alvo de ataques cibernéticos, os mais recentes sofridos pelas organizações nacionais desde o início da crise na região da Crimeia.

No mais recente incidente, fontes não identificadas lançaram ataques de negação de serviço (DoS), que têm a intenção de tirar do ar máquinas e redes de certos usuários.

"Houve um grande ataque DoS nos canais de comunicação do Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia, que aparentemente teve como objetivo dificultar a resposta aos desafios que nosso Estado enfrenta", afirmou o conselho.

O comunicado informou que a agência de notícias estatal Ukrinform sofreu ataque parecido. Autoridades ucranianas disseram na semana passada que o sistema de telecomunicações do país foi atacado com equipamentos instalados na Crimeia, que está controlada pela Rússia, e que interferiram nos telefones celulares de membros do Parlamento.

Elas afirmaram que alguns serviços telefônicos e de Internet foram interrompidos depois que forças russas tomaram o controle de bases aéreas e importantes instalações na Crimeia.

O governo pediu a ministérios que tomem medidas urgentes para impedir que seus websites sejam bloqueados e ordenou que órgãos investiguem a "evidência de ataques cibernéticos e punam os responsáveis".

Os chefes da segurança da Ucrânia não disseram quem está por trás dos problemas.

(Por Pavel Polityuk)