Amazon eleva taxa do Prime em US$20 e arrisca perder clientes

quinta-feira, 13 de março de 2014 15:52 BRT
 

13 Mar (Reuters) - A Amazon.com anunciou que elevará a taxa anual de seu popular serviço Prime em valores entre 20 a 99 dólares a partir da próxima semana para compensar custos crescentes, medida que pode fazê-la perder clientes num segmento que tem ajudado a impulsionar os negócios da companhia.

A Amazon, havia alertado para um aumento de até 40 dólares em janeiro. O Prime oferece fretes gratuitos e ilimitados com envio em até dois dias e a transmissão de filmes e séries de TV, além de downloads de livros, o que ajudou a ampliar a presença da empresa em dispositivos móveis.

A varejista de Internet disse nesta quinta-feira que a medida foi reflexo principalmente dos custos crescentes de combustível e transporte. A companhia manteve a taxa anual do Prime no mesmo valor desde o lançamento do serviço em 2005.

"Mesmo com os custos de combustível e transporte aumentando, o preço do Prime permaneceu o mesmo por nove anos", disse a empresa a consumidores em email. A nova taxa também foi anunciada em seu website.

Alguns analistas dizem que os consumidores tendem a resistir fortemente ao aumento de taxas online, como quando a Netflix tentou em 2011 aumentar sua taxa anual de assinatura pelo que havia chamado de "o preço de um café". A Netflix abandonou o aumento após uma revolta dos consumidores.

Alguns clientes do Amazon Prime responderam rapidamente.

"Vou cancelar: acredito que o preço deveria na verdade diminuir. Clientes do Prime compram mais da Amazon por causa da filiação", escreveu Caryn Brooks em uma discussão no Facebook moderada pela Reuters.

"Ao ter mais membros Prime, eles têm mais vendas garantidas ... eles deveriam cultivar estas pessoas, e não repeli-las".

(Por Phil Wahba e Franklin Paul)