Telemar Participações aprova emissão privada de R$3,428 bi em debêntures

terça-feira, 25 de março de 2014 20:19 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 25 Mar (Reuters) - A assembleia geral de acionistas da Telemar Participações, controladora da Oi, aprovou em reunião nesta terça-feira a emissão privada de 3,428 bilhões de reais em debêntures conversíveis em ações ordinárias, em mais um passo para a fusão da operadora com a Portugal Telecom.

Os recursos obtidos por meio da emissão serão destinados à liquidação do endividamento da Telemar Participações, de cerca de 3 bilhões de reais, e ao resgate antecipado da totalidade das ações preferenciais de emissão da companhia, disse empresa em comunicado nesta terça-feira.

A emissão envolve apenas duas debêntures, cada uma com valor unitário de 1,714 bilhão de reais, sem remuneração sobre os títulos, e em série única.

A assembleia contou com participação dos acionistas AG Telecom Participações, LF Tel, Bratel Brasil, Fundação Atlântico de Seguridade Social, BNDES Participações e os fundos de pensão Previ, Funcef e Petros.

A emissão das debêntures, e a liquidação da dívida da Telemar Participações, depende do sucesso do bilionário aumento de capital de capital da Oi, dentro do processo de fusão com a Portugal Telecom.

O aumento de capital tem sido questionado por acionistas minoritários da Oi, que afirmam que laudo de avaliação da Portugal Telecom superestimou o valor da companhia portuguesa. A assembleia de acionistas da Oi para discutir o assunto está marcada para a quinta-feira.

Fontes próximas do assunto afirmaram à Reuters na semana passada que a Oi firmou com 14 bancos uma carta de compromisso para garantia firme de subscrição de até 6 bilhões de reais em ações da Oi que serão emitidas no aumento de capital. .

(Por Alberto Alerigi Jr.)