Regulador mexicano abre investigação sobre monopólio de Internet

sexta-feira, 28 de março de 2014 19:27 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO, 28 Mar (Reuters) - O novo regulador do setor de telecomunicações no México abriu uma investigação sobre possíveis práticas monopolistas no mercado de serviços de Internet após uma denúncia, disse o diário oficial do governo federal do país nesta sexta-feira.

O Instituto Federal de Telecomunicações também está investigando a distribuição e venda de conteúdo transmitido no mercado interno pelas empresas de televisão e de Internet pagas.

Pertencente ao bilionário Carlos Slim, a América Movil domina mercado de telecomunicações do México, e é o principal concorrente em Internet, por meio do seu operador de rede fixa Telmex e a operadora de telefonia móvel Telcel. O canal Televisa domina os serviços de televisão por assinatura e Internet a cabo.

O insituto não citou especificamente qualquer empresa alvo de sua investigação.

O governo do México propôs na segunda-feira dar ao instituto poderes de grande alcance para policiar as operações das empresas de telecomunicações dominantes e emissoras de TV, até os seus preços e descontos.

A legislação proposta enviada ao Congresso permitiria precisar uma reforma constitucional aprovada no ano passado, que visa reduzir o poder de Slim e da Televisa.

A América Móvil disse em um comunicado na noite de quinta-feira que algumas das novas regras eram confiscatórias e recompensavam uma crônica falta de investimento por parte dos concorrentes, em detrimento dos consumidores.

(Por David Alire Garcia e Veronica Gomez)