Bradesco e Itaú avaliam retirar apoio à oferta da Oi, dizem fontes

terça-feira, 1 de abril de 2014 11:49 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Abr (Reuters) - O Bradesco e o Itaú Unibanco estão considerando se retirar da oferta de ações de 6 bilhões de reais da Oi via emissão de ações, afirmaram duas fontes com conhecimento direto do assunto à Reuters nesta terça-feira.

As fontes não deram mais detalhes sobre por que os bancos estariam reavaliando sua participação na operação. Itaú e Bradesco, bem como outros 12 bancos, assinaram uma carta compromisso para garantia firme à subscrição de ações da companhia de telecomunicações.

A oferta, marcada para ser precificada em 16 de abril, mas que foi suspensa pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na semana passada por até 30 dias, é um passo fundamental para a fusão da Oi com a parceira Portugal Telecom.

As ações preferenciais da Oi recuavam 3,53 por cento às 11h47, enquanto o Ibovespa tinha desvalorização de 1,02 por cento.

(Por Guillermo Parra-Bernal)