Executivo da Samsung diz que Galaxy S5 será mais vendido que S4

quarta-feira, 16 de abril de 2014 16:11 BRT
 

SEUL, 16 Abr (Reuters) - O novo smartphone Galaxy S5 da Samsung Electronics deverá ultrapassar seu predecessor em vendas e desmentir previsões de que o último modelo da empresa sul-coreana iria ter dificuldades em um mercado difícil para aparelhos top de linha, disse um executivo da empresa.

A maior fabricante de celulares do mundo divulgou os preços do S5, que foram lançados globalmente na sexta-feira, com o preço médio de 600 dólares, e mais do que dobrou o número de países de lançamento para 125, em uma tentativa de sustentar o crescimento no mercado de celulares, que gera 70 por cento de seu lucro consolidado.

Um bom lançamento é crucial para a Samsung, que registrou a segunda queda consecutiva de seu lucro trimestral este mês, enquanto as margens do negócio de smartphones fica sob crescente pressão devido à competição com rivais chineses mais baratos.

"O S5 está vendendo mais rápido que o S4 até agora, apesar da dificuldade de divulgação de números específicos, já que estamos no estágio inicial", disse Yoon Han-kil, vice-presidente sênior da estratégia de produtos da Samsung, em entrevista à Reuters. "As vendas do S5 vão ser bem melhores que as do S4."

Apesar de a Samsung não ter divulgado nenhuma meta de vendas para o S5, a companhia vendeu mais de 10 milhões de S4 no primeiro mês de lançamento do telefone. Yoon disse que as vendas do S5 devem ser significativamente superiores a esse número.

As vendas iniciais são importantes para prever as chances de sucesso de longo prazo de um produto que representa uma mudança na estratégia da Samsung.

Até agora, os telefones da empresa eram conhecidos por suas inovações de hardware como a tela de alta definição do S4, enquanto seu software era visto como um diferencial comparado aos aplicativos mais utilitários dos aparelhos da rival Apple.

Com o S5, no entanto, a Samsung ofereceu poucas inovações de hardware. Em vez disso, seu foco passou a ser qualidades como resistência à água, uma câmera melhor e "modos superpotentes de armazenamento" que automaticamente descarta aplicativos desnecessários quando a bateria está prestes a acabar.

(Por Miyoung Kim e Se Young Lee)