Nokia anuncia líder de restruturação em negócio de redes como novo CEO

terça-feira, 29 de abril de 2014 12:34 BRT
 

HELSINQUE, 4 Abr (Reuters) - A Nokia nomeou o executivo que liderou a restruturação no seu principal negócio de rede de telecomunicação como novo presidente-executivo nesta terça-feira, aumentando a confiança dos investidores no futuro da companhia após a venda da sua antiga dominante divisão de aparelhos móveis.

A empresa finlandesa, que concluiu na sexta-feira o acordo de 5,6 bilhões de euros (7,8 bilhões de dólares) para vender seu negócio de aparelhos móveis para Microsoft, anunciou que Rajeev Suri assumirá como CEO a partir de 1º de maio, substituindo Stephen Elop, que está indo para a Microsoft.

A companhia também divulgou resultados trimestrais acima das previsões, impulsionados pela redução de custos e por acordos de software em seu braço de redes, anteriormente chamado de NSN.

A empresa anunciou que planeja devolver 3,1 bilhões de dólares para acionistas.

Havia ampla expectativa de que Suri, um indiano de 46 anos de idade, liderasse a empresa após a venda da divisão de celulares.

A divisão de redes da Nokia representou cerca de 90 por cento das vendas de empresas em negócios continuados no ano passado. Mas analistas dizem que a unidade enfrenta desafios, uma vez que custos mais altos de pesquisa e desenvolvimento dá vantagem a fabricantes maiores de equipamentos de telecomunicação, como a líder do setor Ericsson e a chinesa Huawei .

Ainda assim, a Nokia superou expectativas com margem de lucro operacional principal de 9,3 por cento no primeiro trimestre, muito acima da previsão média de 5,7 por cento entre analistas consultados pela Reuters.

(Por Sakari Suoninen e Jussi Rosendahl)