Previsão de receita do LinkedIn fica abaixo do esperado e derruba ações

quinta-feira, 1 de maio de 2014 19:32 BRT
 

SAN FRANCISCO, 1 Mai (Reuters) - As previsões do LinkedIn para sua receita em 2014, divulgadas nesta quinta-feira, ficaram abaixo das expectativas do mercado, o que pôs em evidência preocupações sobre a habilidade da empresa de sustentar o rápido crescimento.

A rede social, que busca conectar profissionais a recrutadores, previu receita de 500 milhões a 505 milhões de dólares neste trimestre, contra previsão média de Wall Street de 505,1 milhões de dólares.

Para todo o ano de 2014, a empresa espera vendas de 2,06 bilhões a 2,08 bilhões de dólares --alta em relação a uma previsão anterior, mas ainda abaixo da meta de 2,11 bilhões de dólares de analistas.

As ações da empresa recuaram mais de 3 por cento para 155,80 dólares nas negociações no after-maket após o anúncio do resultado, depois terem fechado o pregão regular na bolsa de Nova York em queda de 5 por cento, cotadas a 161,22 dólares.

As previsões mornas do LinkedIn ofuscaram o aumento maior que o esperado de 46 por cento na receita do primeiro trimestre, para 473,2 milhões de dólares, contra a previsão média de analistas de 466,6 milhões de dólares.

O lucro no padrão não-GAAP foi de 0,38 dólar por ação, melhor que a expectativa de 0,34 dólar.