Corte da UE decidirá em junho sobre multa de US$1,47 bi da Intel

terça-feira, 6 de maio de 2014 17:00 BRT
 

BRUXELAS, 6 Mai (Reuters) - O segundo maior tribunal da Europa irá decidir em 12 de junho sobre a apelação da fabricante de chips norte-americana Intel da multa recorde de 1,47 bilhão de dólares cobrada por reguladores antitruste da União Europeia em 2008, disse uma autoridade do tribunal nesta terça-feira.

A pena veio após uma investigação de oito anos da Comissão Europeia que concluiu que a companhia havia se envolvido em práticas anti-concorrenciais para suprimir uma rival.

A autoridade antitruste da UE afirmou à época que a Intel atrapalhou os negócios da Advanced Micro Devices, dando descontos aos fabricantes de computadores Dell, Hewlett-Packard, a japonesa Nec e Lenovo para que comprassem da Intel a maioria de seus chips de computador.

A Comissão disse também que a empresa norte-americana pagou à rede de varejo alemã Media Saturn Holding para estocar apenas computadores com sua tecnologia.

A Intel quer que a multa e a condenação sejam desconsideradas ou reduzidas e ainda pode apelar ao Tribunal de Justiça Europeu após o julgamento de junho.

(Reportagem de Foo Yun Chee)