Brasil vê vitória fácil ante Rússia como armadilha a ser evitada

quarta-feira, 23 de julho de 2008 13:58 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico Bernardinho acredita que a vitória avassaladora do Brasil sobre os russos, nesta quarta-feira, é armadilha na qual o Brasil não pode cair e que a Rússia será sim uma das principais adversárias do país tanto no restante da Liga Mundial de vôlei como na Olimpíada de Pequim.

Na partida de abertura da fase final da Liga Mundial, no Maracanãzinho, os russos tiveram uma atuação abaixo da média na derrota por 3 sets a 0 para o Brasil. Os visitantes entregaram mais de um set para a equipe brasileira em erros, com 27 cometidos contra apenas 12 do Brasil.

"Eles cometerem muitos erros. Hoje não foi um teste de verdade, porque a Rússia pode jogar muito melhor. Acho que essa é uma armadilha que nós não podemos cair, temos que ter muito cuidado e fortalecermos nosso time para a final (da Liga) e para a Olimpíada", afirmou o treinador brasileiro, em entrevista coletiva, após a partida.

Os russos, que perderam para o Brasil na final da Liga Mundial de 2007, reconheceram que não conseguiram encontrar seu ritmo e citaram a longa viagem de Moscou até o Rio de Janeiro como uma das causas para o baixo rendimento.

Apenas o primeiro set da partida desta quarta-feira foi equilibrado, com vitória brasileira por 25-23, mas após os russos terem conseguido vantagem de três pontos. As duas outras parciais foram completamente dominadas pelo Brasil, que teve Dante e André Nascimento como principais destaques ofensivos.

"Ganhar de uma seleção que é favorita a ganhar a Liga e a Olimpíada foi bom, mas eles erraram bastante, o que normalmente eles não costumam fazer. A Rússia não jogou o que pode jogar, mas foi um bom começo, trabalhamos o nosso bloqueio. Acho que foi um ótimo teste para a gente", afirmou a jornalistas Dante, que terminou o jogo com 16 pontos.

Durante toda a fase de grupos da Liga Mundial, a Rússia esteve entre os melhores times. A equipe sagrou-se vencedora de sua chave, à frente de fortes concorrentes como Itália e Cuba.

Para o capitão Giba, que atua no vôlei da Rússia, mesmo com a derrota diante do Brasil, a seleção russa segue como concorrente na disputa pelo título da Liga Mundial. O Brasil, que volta à quadra na sexta-feira diante do Japão no último jogo de seu grupo, busca o oitavo título da competição.   Continuação...

 
<p>Brasil v&ecirc; vit&oacute;ria f&aacute;cil ante R&uacute;ssia como armadilha a ser evitada. Andr&eacute; Eller, Gustavo e Dante bloqueiam bola de Kosarev. O t&eacute;cnico Bernardinho acredita que a vit&oacute;ria avassaladora do Brasil sobre os russos &eacute; armadilha na qual o Brasil n&atilde;o pode cair. 23 de julho. Photo by Bruno Domingos</p>