9 de Setembro de 2008 / às 18:25 / 9 anos atrás

Brasil prega respeito a Bolívia para evitar "efeito Chile"

<p>Brasil prega respeito a Bol&iacute;via para evitar 'efeito Chile'. Ronaldinho Ga&uacute;cho domina a bola em treino da sele&ccedil;&atilde;o brasileira. Os jogadores do Brasil disseram que &eacute; preciso respeitar a Bol&iacute;via, &uacute;ltima colocada das eliminat&oacute;ria, para evitar o 'efeito Chile'. 9 de setembro. Photo by Fernando Soutello</p>

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os jogadores da seleção brasileira disseram que é preciso respeitar a Bolívia, última colocada das eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, para evitar o "efeito Chile", na quarta-feira, no Rio de Janeiro.

O atacante Robinho lembrou que antes do jogo com o Brasil, no domingo, os chilenos falaram demais e acabaram sofrendo uma goleada por 3 x 0.

"Não podemos deixar de respeitar a seleção boliviana porque o Chile desrespeitou a seleção brasileira. Deu no que deu. Eles acharam que o jogo ia ser fácil. Talvez se eles ficassem atrás se defendendo poderia ser mais difícil o jogo. Quiseram jogar de igual para igual e acabaram perdendo", declarou Robinho a jornalistas nesta terça-feira.

Autor de dois gols contra o Chile, o atacante Luis Fabiano também mostrou-se irritado com as declarações otimistas do rival de domingo.

"O Chile falou algumas coisas precipitadas e tivemos vontade e garra para mostrar que o Brasil ainda é o melhor do mundo", afirmou o jogador do Sevilla.

A estratégia da seleção para conquistar uma vitória contra Bolívia será jogar com a posse de bola e atacar durante os 90 minutos, segundo Robinho, recém-contratado pelo Manchester City, da Inglaterra.

"Fizemos isso contra o Chile e vamos jogar assim contra a Bolívia... a melhor maneira de respeitar a Bolívia é saindo para o jogo", afirmou.

O discurso de Robinho foi endossado por Luis Fabiano, que lembrou que o Brasil pode assumir a liderança das eliminatórias em caso de vitória no Rio e de um tropeço do Paraguai diante da Venezuela.

"Tem que ter cuidado porque o futebol é perigoso. Não pode olhar na tabela. A gente sabe que eles são lanternas, mas não podemos deixar de jogar com seriedade e vontade. Temos a oportunidade de assumir a liderança", declarou o atacante, acrescentando que a vitória sobre o Chile deixou o grupo mais leve para a partida contra a Bolívia.

"No futebol você vai do céu ao inferno ou vice-versa muito rápido. Tivemos uma semana difícil antes do jogo com o Chile e sabíamos que só a vitória traria tranquilidade. Temos que buscar outra vitória para aí sim ter uma tranquilidade maior."

O jogador acredita que a boa fase na seleção deve-se às sucessivas chances dadas pelo técnico Dunga nas últimas partidas.

"Nunca tive uma sequência e hoje estou tendo. O jogador vive de sequência. Jogando tenho oportunidade de fazer gols e corresponder para me firmar com a camisa nove", avaliou.

O técnico Dunga comanda nesta tarde um treino para o jogo contra os bolivianos no estádio do Engenhão.

O treinador pode anunciar oficialmente os substitutos de Gilberto Silva e Kléber, suspensos. Lucas e Hernanes disputam a vaga de volante e Juan deve ser confirmado na lateral esquerda.

"O Dunga ainda não deu uma definição ainda e espero que à tarde tenha mais ou menos uma definição para nos prepararmos para jogar", declarou Lucas.

Os jogadores minimizaram a pouca procura por ingressos para o jogo com a Bolívia e não estão preocupados com a chamada "pressão" do torcedor carioca. "O torcedor vai de acordo com o espetáculo. Se fizermos bons espetáculos, eles estarão do nosso lado", disse Luis Fabiano.

"Os torcedores cobram porque sabem que há grandes jogadores dentro de campo", acrescentou Robinho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below