6 de Julho de 2008 / às 22:06 / 9 anos atrás

Nadal tira título de Federer em decisão épica em Wimbledon

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Rafael Nadal acabou com o reinado de cinco anos de Roger Federer em Wimbledon, neste domingo, com a vitória por 6-4, 6-4, 6-7, 6-7 e 9-7, em uma das finais mais dramáticas já vistas no All England Club.

Nadal, de 22 anos, sobreviveu à incrível recuperação de Federer para se tornar o primeiro espanhol a vencer o Grand Slam na grama desde Manuel Santana, em 1966.

Ele também é o primeiro tenista desde Bjorn Borg, em 1980, a conquistar o título no Aberto da França e em Wimbledon no mesmo ano.

Depois de duas interrupções por causa da chuva, os tenistas retornaram à quadra pela terceira vez já com a luz natural acabando rapidamente e numa final tensa a partida acabou com Nadal se jogando ao chão no fundo de quadra depois que Federer colocou uma bola na rede de forehand.

“É impossível explicar o que senti naquele momento, vencer meu torneio favorito é um sonho”, declarou Nadal após escalar a arquibancada em meio à torcida para abraçar sua família.

“Ele ainda é o número 1, ele ainda é o melhor, ele tem cinco títulos aqui, agora eu tenho um”, disse o espanhol a respeito de Federer.

A derrota colocou um ponto final em seis anos de invencibilidade de Federer na grama, passou por cima de 65 partidas e acabou com as esperanças do suíço de superar os cinco títulos consecutivos de Bjorn Borg em Wimbledon.

Federer aceitou a derrota como um verdadeiro campeão.

“Eu tentei de tudo”, disse o jogador de 26 anos aos torcedores, com a noite quase que tomando por completo a quadra central. “Rafa merece ser campeão, ele simplesmente jogou de maneira fantástica”, disse.

“Isso não torna tudo mais fácil, mas eu esperava pelo pior. O pior adversário na melhor quadra. Foi uma alegria jogar aqui novamente. É uma pena não ter vencido, mas eu volto no próximo ano.”

CONDIÇÕES DIFÍCEIS

A final foi atrasada em meia hora por causa da chuva e quando a batalha começou foi o número 2 do mundo, Nadal, que entrou em quadra com tudo.

Ele quebrou o saque de Federer logo no segundo game do set, quando o suíço errou um backhand devido ao forte vento.

Nadal, então, focou suas jogadas no backhand de Federer e a estratégia se mostrou eficaz, já que o suíço não conseguiu aproveitar as várias oportunidades que teve de voltar ao jogo.

Federer teve dois break points quando Nadal servia para o set em 5-4, mas falhou na hora de fazer o ponto e jogou uma bola na rede de backhand, dando ao espanhol a vitória no primeiro set.

Nadal se viu com 4-1 contra no placar no início do segundo set, quando o jogo de Federer começava a voltar ao seu melhor, mas ele devolveu a quebra no sétimo game com uma passada de backhand.

De volta ao jogo, Nadal forçou novamente no saque de Federer e quebrou novamente, abrindo uma vantagem de dois sets e mandando o suíço completamente desapontado para sua cadeira.

Nadal parecia estar prestes a vencer a partida no terceiro set quando estava 3-3 e Federer sacava com a desvantagem de 0-40, mas o campeão achou um caminho com seu saque para sair do problema.

Federer voltou após a primeira interrupção por causa da chuva mais positivo e controlou totalmente o tiebreak, com dois golpes de forehand, e fechou o terceiro set com um ace.

Por duas vezes Federer demonstrou uma enorme determinação quando sacava para permanecer vivo na partida em 4-5 e 5-6 no quarto set, antes de, mais uma vez, ir para o tiebreak, que deixou a torcida tensa, sentada na beirada de seus assentos.

Nadal tinha a vantagem de 5-2, mas o nervosismo fez com que ele cometesse dupla falta. Ainda assim o espanhol conseguiu match point em 7-6, mas Federer salvou novamente com um saque indefensável.

Federer enfrentou outro match point em 8-7, dessa vez com Nadal no saque. Novamente, ele de forma brilhante conseguiu um impressionante backhand na linha.

Quando ele fechou o tiebreak em 10-8 um canto no estilo dos jogos de futebol ecoou em toda quadra central para os dois jogadores.

A chuva interrompeu o jogo novamente quando estava 2-2 no set decisivo e quando os jogadores retornaram a platéia veio abaixo. Ambos tenistas se recusavam até mesmo a piscar, mas foi o suíço quem balançou no 7-7.

Federer salvou mais um match point com uma devolução sensacional, mas Nadal não iria desperdiçar a chance de ser campeão em Wimbledon.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below