Chefe da Ferrari pede calma depois de início difícil na F1

domingo, 16 de março de 2008 11:13 BRT
 

Por Alan Baldwin

MELBOURNE (Reuters) - O chefe de equipe da Ferrari, Stefano Domenicali, pediu calma neste domingo depois de a escuderia ter feito sua pior estréia em uma temporada desde 1992.

"Os resultados falam por si só. Infelizmente foi um final de semana horrível", disse Domenicali aos repórteres no Grande Prêmio da Austrália, sua primeira prova no comando desde que assumiu o lugar do francês Jean Todt no ano passado.

"Nada foi como o planejado, em nenhum ponto. Foi duro, foi difícil."

Nem o campeão mundial de 2007 Kimi Raikkonen nem seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, chegará à bandeira quadriculada. Os dois carros abandonaram com problemas de motor, em uma tarde de caos atípico.

Enquanto os dois lutavam, Lewis Hamilton triunfava com seu McLaren. Pela primeira vez desde o GP do Canadá, em junho passado, quando Hamilton também venceu, não havia nenhum piloto da Ferrari no pódio.

Foi necessário que Rubens Barrichello, que ajudou a Ferrari e o heptacampeão Michael Schumacher a obter uma série de vitórias antes de ir para a Honda, fosse desclassificado para dar a Raikkonen um ponto e a oitava colocação.

CONTRATEMPOS

Apesar da decepção, a Ferrari já sofreu contratempos parecidos na Austrália e se recuperou para brigar pelo título.   Continuação...