Nadador australiano quebra recorde mundial dos 50 metros livre

domingo, 17 de fevereiro de 2008 11:47 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - O nadador australiano Eamon Sullivan bateu o recorde de Alexander Popov nos 50 metros livre, marca que já durava oito anos, e herdou imediatamente o posto de nadador mais rápido da história.

O atleta de 22 anos conseguiu a marca de 21.56 segundos na piscina Olímpica de Sydney, tempo 0.08 segundo mais rápido que o estabelecido por Popov em junho de 2000.

Sullivan apareceu como uma das estrelas mais brilhantes entre os velocistas do nado livre há dois anos, mas o desempenho dele agora o catapulta para ser um dos favoritos para o ouro nas Olimpíadas de Pequim, que serão disputadas neste ano.

"Eu já estava ficando acostumado a ser o homem mais rápido na Austrália e agora eu sou o mais rápido do mundo", disse ele aos repórteres. "Eu terei que conversar com muita gente e acertar meus planos e minha estratégia, porque ao invés de mirar os outros nadadores, eles é que mirarão em mim."

O técnico de Sullivan, Grant Stoelwinder, disse que ele sabia que poderia estar perto de quebrar o recorde, mas havia dito a ele para se preservar para as prévias australianas para as Olimpíadas, que acontecem no mês que vem.

"Eu olhei para o cronômetro e vi o 56 no fim, mas eu achei que era 22.56, antes que eu percebesse que havia o um ao invés do dois no começo", disse Sullivan. "Daí eu vi o número todo e fiquei em choque."

O técnico-chefe da equipe australiana de natação, Alan Thompson, afirmou que Sullivan conquistou algo especial ao quebrar um recorde de Popov, o russo que venceu a prova mais rápida do nado livre em duas Olimpíadas, em Barcelona 1992 e Atlanta 1996.

"Foi formidável, quebrar o recorde mundial de uma das lendas do esporte, e ainda mais um recorde que durava há tanto tempo", disse Thompson.

(Reportagem de Julian Linden)