ENTREVISTA-Parreira volta à Copa da África 40 anos depois

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 13:26 BRST
 

Por Mark Gleeson

ACRA, Gana (Reuters) - Carlos Alberto Parreira, técnico da seleção sul-africana de futebol, volta na semana que vem a disputar a Copa Africana de Nações, 40 anos depois de ter iniciado sua carreira de treinador nesse mesmo torneio.

Parreira, que completa 65 anos em fevereiro, estréia pelo Grupo D da competição em Gana contra Angola, na quarta-feira, na cidade de Tamale.

Em 1967, recém-formado em educação física, Parreira aceitou um convite para treinar a seleção de Gana e se mudou para o país.

Com apenas 24 anos de idade, levou as "Estrelas Negras" à final da Copa da África de 1968. Gana perdeu a final para o Congo-Kinshasa (depois Zaire, hoje República Democrática do Congo).

Desde então, Parreira passou por vários países do mundo, e consolidou sua carreira mundialmente com o tetracampeonato mundial do Brasil em 1994. Atualmente, prepara o jovem time da África do Sul para jogar, em casa, a Copa de 2010.

A volta à Copa da África permite ao treinador, após a fracassada campanha com o Brasil no Mundial de 2006, rever sua carreira.

"A tática era tudo o que havia de revolução naquele tempo. Eu introduzi um sistema 4-3-3 numa época em que pouco se pensava nas abordagens pré-jogo", disse Parreira à Reuters em Durban, onde preparava o time para o torneio continental.

"Os técnicos também não passavam muito tempo com seus jogadores. Eu ficava com meus jogadores quando eles eram obrigados a dormir em tendas militares num campo de treinamentos."   Continuação...

 
<p>Carlos Alberto Parreira (foto de arquivo), t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o sul-africana de futebol, volta na semana que vem a disputar a Copa Africana de Na&ccedil;&otilde;es, 40 anos depois de ter iniciado sua carreira de treinador nesse mesmo torneio.. Photo by Siphiwe Sibeko</p>