Técnico da seleção de futebol do Japão sofre derrame

sábado, 17 de novembro de 2007 12:50 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - O técnico da seleção nacional de futebol do Japão, Ivica Osim, está internado inconsciente em uma unidade de terapia intensiva neste sábado, um dia depois de sofrer um derrame.

O bósnio de 66 anos, no cargo desde a eliminação do Japão na Copa do Mundo de 2006, sofreu um colapso depois de subir as escadas de sua casa em Chiba, oeste de Tóquio, no início da sexta-feira, após assistir a uma partida de futebol na televisão.

"O fato de ele continuar em uma unidade de tratamento intensivo significa que não podemos ser otimistas", disse Kozo Tajima, diretor técnico da Associação de Futebol do Japão (da sigla em inglês JFA), em uma entrevista coletiva.

"Ele não ficou pior, mas também não melhorou. Ele está inconsciente", acrescentou o dirigente, dizendo que por solicitação da família de Osim, mais detalhes não seriam revelados.

"A única coisa que o mundo do futebol quer é que ele melhore o suficiente para sair da unidade de terapia intensiva."

Pela Copa da Ásia, em julho, Osim frequentemente apareceu irritado e nervoso antes de seu time perder por 3 x 2 para a Arábia Saudita nas semifinais. O técnico, inclusive, chamou seu próprio time de "amador" em um certo momento o que levou seu tradutor às lágrimas.

Osim chamou atenção por deixar o gramado quando seu time iria bater um pênalti que o levaria à vantagem definitiva de 4 x 3 na disputa de penalidades máximas, que acabou resultando na vitória do Japão sobre a Austrália.

"Pênaltis não são bons para o coração, então eu deixei o gramado", disse Osim depois aos repórteres. "Eu não queria passar mal e morrer. Eu também não queria dar má sorte para o meu time ficando para assistir."

Alguns de seus colegas técnicos disseram que Osim estava sob pressão anormal, depois da eliminação do Japão na primeira fase da Copa do Mundo de 2006.   Continuação...