Após briga, torcida do Napoli é proibida de ver jogos fora

terça-feira, 2 de setembro de 2008 17:40 BRT
 

ROMA (Reuters) - O ministro italiano do Interior, Roberto Maroni, anunciou nesta terça-feira que a torcida do Napoli está proibida de comparecer aos jogos da equipe fora de sua cidade, depois dos incidentes na rodada de estréia do Campeonato Italiano, no domingo.

A empresa italiana de trens disse que os napolitanos provocaram prejuízos de meio milhão de euros (725,7 mil dólares) devido a uma briga com policiais e ferroviários e por tomarem trens para Roma sem pagar.

"Amanhã vamos enviar uma ordem aos prefeitos para que identifiquem todos os que participaram do tumulto do outro dia, de modo que eles sejam proibidos de comparecer a eventos esportivos durante dois anos e sejam entregues a magistrados", disse Maroni à TV estatal RAI.

"Segundo, a torcida do Nápoli será proibida nos jogos fora de casa durante o resto do campeonato."

No domingo, como a torcida em Nápoles se recusava a deixar o trem, a polícia aconselhou os passageiros regulares a tomarem outras composições.

Também houve confusão entre policiais e torcedores napolitanos em frente ao estádio Olímpico de Roma, além de outros incidentes depois da partida. Dentro de campo, Roma e Napoli empataram em 1 x 1.

No ano passado, um policial e um torcedor da Lazio foram mortos em incidentes violentos.

(Reportagem de Paul Virgo)