Espanha elimina Itália nos pênaltis e vai à semifinal

domingo, 22 de junho de 2008 19:20 BRT
 

Por Simon Baskett

VIENA (Reuters) - A Espanha bateu a Itália por 4 x 2 na disputa de pênaltis depois de um embate altamente técnico neste domingo, e agora enfrenta a Rússia na semifinal da competição.

Cesc Fabregas balançou a rede com uma cobrança tranqüila que definiu a partida, depois do goleiro Iker Casillas ter salvo dois chutes da Itália.

A partida havia terminado sem gols mesmo depois da prorrogação. Foram 120 minutos durante os quais as duas defesas se mostraram organizadas demais para abrir espaço, apesar dos esforços aguerridos dos dois ataques.

É a primeira vez que a Espanha alcança a semifinal de um grande torneio desde que chegou à final do campeonato europeu de 1984.

O time é o único dos vencedores do grupo a ficar entre os semifinalistas depois que Portugal, Croácia e Holanda foram eliminados.

A partida foi um evento ansiosamente esperado, mas se revelou um confronto contido no qual a Espanha se viu frustrada por uma seleção italiana que redescobriu a solidez de sua defesa após um início titubeante no torneio.

Como esperado, a Espanha rapidamente assumiu o controle da bola e os meio-campistas Xavi e Andres Iniesta buscaram espaços na zaga italiana, mas tiveram poucas chances com os zagueiros Giorgio Chiellini e Christian Panucci.

David Silva conseguiu abrir caminho, mas seu chute desviou em um defensor e voou para as mãos do goleiro Gianluigi Buffon, enquanto Fernando Torres atingia o travessão depois de receber livre de David Villa.

A primeira vez em que Buffon realmente foi testado veio quando Villa disparou uma cobrança de falta baixa aos 25 minutos, enquanto Silva balançou a trave duas vezes no final do segundo tempo.