Raikkonen e Alonso mostram que não desistiram do título

sexta-feira, 5 de outubro de 2007 15:44 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Os pilotos Kimi Raikkonen e Fernando Alonso deixaram claro que não perderam as esperanças de alcançar o líder Lewis Hamilton e deram as voltas mais rápidas nos treinos de sexta-feira para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da China.

Raikkonen, da Ferrari, que está 17 pontos atrás do estreante britânico, com apenas mais 20 pontos a ser disputados na temporada, marcou o tempo de 1m36s607 na segunda sessão de treinos de sexta-feira.

"Um bom dia, apesar de os resultados de sexta serem relativos, já que não sabemos o que vão fazer nossos principais rivais", disse o finlandês. "Minha expectativa é de uma luta disputada amanhã."

O atual campeão Fernando Alonso, 12 pontos atrás de seu companheiro de equipe na McLaren, foi o segundo mais rápido, apenas 6 milésimos de segundo atrás de Raikkonen. O brasileiro Felipe Massa conquistou o terceiro tempo, com 1m36s630.

"Não vou desistir", disse Alonso. "Estou mais relaxado que o normal ... Não depende mais de mim, preciso de uma combinação de resultados."

Hamilton, que ficou com o quarto tempo, 0,269 segundo atrás de Raikkonen, conquistará o título já no domingo se ganhar a corrida, ou se ficar à frente de Alonso e Raikkonen.

Ele correu o risco de sofrer uma punição pelo modo como dirigiu atrás do safety car no GP do Japão, na semana passada, mas acabou sendo absolvido. A temporada termina no dia 21 de outubro, com o GP de Interlagos.