Fifa manda clubes liberarem atletas para Olimpíada; Messi viaja

quarta-feira, 30 de julho de 2008 18:40 BRT
 

BUENOS AIRES/ZURIQUE (Reuters) - A Associação de Futebol Argentino (AFA) disse nesta quarta-feira que o atacante do Barcelona Lionel Messi viajará na quinta-feira para a China, onde disputará os Jogos Olímpicos com a seleção do país.

A AFA informou que o jogador partirá de Florença, na Itália, para Xangai, após o Barcelona ter concordado em liberar o jogador. A decisão do clube aconteceu após uma nova ordem da Fifa para que todos os jogadores sub-23 sejam liberados.

"Lionel Messi viajará amanhã (quinta-feira) rumo à Xangai, para apresentar-se ao plantel argentino que disputará o torneio olímpico a partir de 7 de agosto", disse a AFA em seu site.

"Com sua chegada, o técnico Sergio Batista terá à disposição os 18 jogadores que convocou para disputar a competição olímpica", acrescentou a AFA.

Mais cedo nesta quarta, a Fifa divulgou nota exigindo que os clubes liberem todos os jogadores menores de 23 anos que forem convocados por suas seleções para a Olimpíada de Pequim. Três clubes europeus se recusavam a fazê-lo.

A nota disse que a decisão em favor das seleções olímpicas foi tomada por Slim Aloulou, membro do Comitê do Status dos Jogadores.

Os clubes alemães Werder Bremen e Schalke 04, junto com o Barcelona, alegam não ter obrigação de liberar seus atletas porque a Olimpíada não é parte do calendário internacional de jogos da Fifa.

Mas a entidade afirmou que, na avaliação de Aloulou, "o calendário internacional de partidas não é relevante para estabelecer se os clubes são obrigados a liberar jogadores".

Desde Seul-88, os clubes sempre aceitaram liberar seus atletas sub-23 para a Olimpíada. "Diante da prática tradicional e inconteste, ele considerou que o recuso à lei habitual se justificava", acrescentou a nota.   Continuação...

 
<p>Argentino Lionel Messi ri durante treino do Barcelona na Esc&oacute;cia, em foto de arquivo de 21 de julho. Photo by David Moir</p>