Chineses se acotovelam em filas por últimos ingressos olímpicos

sexta-feira, 25 de julho de 2008 17:49 BRT
 

Por Ian Ramson

PEQUIM (Reuters) - Depois de passarem dias sem tomar banho, comer ou dormir direito, dezenas de milhares de chineses gritaram, se empurraram e se acotovelaram para disputar os últimos ingressos para os Jogos Olímpicos de Pequim, ameaçando inclusive romper o cordão de isolamento policial.

Os alto-falantes insistam em pedir calma, mas algumas confusões isoladas surgiram nas filas e entre os jornalistas e policiais, numa sexta-feira quente e enevoada na capital chinesa.

A TV de Hong Kong mostrou policiais empurrando jornalistas em frente às bilheterias. O jornal South China Morning Post, também de Hong Kong, disse que os policiais destruíram câmeras e prenderam pelo menos um fotógrafo.

A agência estatal de notícias Xinhua confirmou a detenção do fotógrafo, identificado como Wong, e disse que ele havia ultrapassado a barreira policial e chutado a virilha de um policial. O Morning Post disse posteriormente que seu profissional foi libertado ileso.

Uma fonte policial disse que havia 40 mil pessoas na fila. Mesmo antes de amanhecer, algumas já tentavam arrombar os portões, atraindo uma pronta reação dos policiais, segundo testemunhas.

A polícia tirou da fila algumas pessoas que estavam empurrando demais. Pelo menos uma foi detida.

Cada comprador só tem direito a ate dois ingressos por competição. A organização prometera que nesta fase ainda haveria ingressos para todos os locais olímpicos, se não para todos os eventos.

Mas à tarde, várias modalidades populares, como saltos ornamentais e futebol, estavam esgotadas, segundo o site do Bocog (comitê organizador).   Continuação...