12 de Novembro de 2007 / às 11:00 / 10 anos atrás

Polícia italiana diz que matou torcedor acidentalmente

<p>Pol&iacute;cia italiana diz que matou torcedor acidentalmente em Arezzo. Um policial italiano disparou acidentalmente e matou um torcedor durante uma briga de torcidas de clubes rivais neste domingo, informou a pol&iacute;cia local. 11 de novembro. Photo by Stringer</p>

AREZZO, Itália (Reuters) - Um policial italiano disparou acidentalmente e matou um torcedor durante uma briga de torcidas de clubes rivais neste domingo, informou a polícia local. O disparo foi dado depois que torcedores da Lazio e Juventus entrarem em confronto em um restaurante de estrada perto da cidade toscana de Arezzo.

"Foi um erro trágico", disse em comunicado Vincenzo Giacobbe, chefe de polícia em Arezzo. "Nosso agente interveio para evitar que um confronto entre os dois pequenos grupos de pessoas... se agravasse", disse ele.

"Eu expresso minha profunda tristeza e sinceras condolências à família da vítima."

Um oficial graduado da polícia em Roma afirmou que a vítima de 25 anos, Gabriele Sandri, foi baleada dentro de um dos carros dos torcedores da Lazio e que um policial que chegou ao local para controlar o conflito acabou disparando.

"O policial disse que atirou para cima. Agora cabe aos investigadores decidirem isto", afirmou uma fonte à Reuters.

O carro foi removido para uma investigação pela polícia e o estacionamento foi isolado, disseram testemunhas.

A liga italiana adiou a partida entre a Lazio e os campeões da Inter de Milão, programada para este domingo, depois que os dirigentes tiveram conversas em caráter de urgência com o governo.

Os outros jogos da rodada, incluindo uma partida da Juventus contra o Parma, foram reprogramados para começar dez minutos mais tarde.

Confrontos entre torcedores e a polícia ocorreram em um estádio na cidade de Bergamo, no norte da Itália, assim que a notícia da morte do torcedor da Lazio se espalhou. Dois policiais ficaram levemente feridos, de acordo com a polícia local.

A Itália vem lutando com um problema sério de violência de torcidas de futebol e chegou a suspender todos os jogos por um período em fevereiro, quando um policial foi morto durante confrontos por ocasião de uma importante partida em Catania.

O primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, disse estar informado do incidente e declarou aos repórteres: "Com certeza estes eventos são muito preocupantes."

A violência esporádica tem continuado nos últimos meses, apesar do reforço nas medidas de segurança levado a cabo desde o incidente de fevereiro.

No mês passado dirigentes disseram que os ferimentos em torcedores causados pela violência em torno dos estádios diminuíram em 80 por cento em relação à última temporada, mas que é difícil combater a violência longe desses locais.

Por Roberto Landucci

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below