8 de Junho de 2008 / às 12:39 / 9 anos atrás

Brasil sofre derrota histórica para a Venezuela nos EUA

<p>Brasil sofre derrota hist&oacute;rica para a Venezuela nos EUA. O jogador Adriano disputa a bola no amistoso contra a Venezuela. A sele&ccedil;&atilde;o brasileira sofreu sua primeira derrota na hist&oacute;ria dos confrontos contra a Venezuela, 2 x 0, em amistoso disputado em Boston, nos Estados Unidos. 6 de junho. Photo by Brian Snyder</p>

SÃO PAULO (Reuters) - A seleção brasileira sofreu sua primeira derrota na história dos confrontos contra a Venezuela nesta sexta-feira, 2 x 0, em amistoso disputado em Boston, nos Estados Unidos.

Em 17 jogos disputados contra os venezuelanos, o Brasil tinha 17 vitórias, 78 gols a favor e apenas quatro contra, segundo dados da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O técnico Dunga mesclou atletas “olímpicos” com jogadores do time principal, incluindo Robinho e Adriano, que voltou a atuar pela seleção após mais de um ano. No entanto, o Brasil jogou mal e acabou derrotado para o até então “saco de pancadas do futebol sul-americano”.

“Jogamos mal... Tivemos boas oportunidades, mas agora é continuar trabalhando. Tinha alguns jogadores que já estavam de férias, é normal sentir um pouco o ritmo do jogo”, afirmou Dunga após a partida.

O técnico brasileiro fez 9 alterações em relação ao time que bateu o Canadá por 3 x 2 no último sábado, e o Brasil começou o jogo com Doni, Daniel Alves, Luisão, Henrique e Gilberto; Gilberto Silva, Elano, Anderson e Robinho; Alexandre Pato e Adriano. Somente Gilberto e Robinho foram titulares contra os canadenses.

A Venezuela surpreendeu e abriu o placar logo aos 5 minutos, quando Maldonado recebeu lançamento longo e tocou na saída do goleiro Doni.

Desentrosada, a seleção brasileira tinha dificuldade em criar boas jogadas e só ameaçou aos 25 minutos num chute de fora de Anderson que passou perto da trave. Aos 37, pouco depois de a Venezuela quase ampliar, Adriano teve a chance de marcar em um cabeceio, mas a bola foi por cima do travessão.

Se o Brasil falhava, os venezuelanos não. Aos 44, Vargas recebeu na entrada da área, tirou o zagueiro Luisão do lance e chutou rasteiro para fazer 2 x 0. Foi apenas o sexto gol da Venezuela contra os pentacampeões.

A seleção brasileira desceu para o intervalo sob vaias. “Eles estão marcando muito forte, a gente precisa se movimentar mais,” disse o atacante Robinho, único atleta com mais de 23 anos entre os 12 “estrangeiros” convocados por Dunga para o amistoso da seleção olímpica contra um adversário a ser anunciado, em 22 de junho.

Para o segundo tempo, Dunga fez três alterações: saíram Daniel Alves, Gilberto Silva e Alexandre Pato e entraram Maicon, Josué e Diego. O treinador explicou que pretendia “recompor” o meio-campo ao colocar Diego e avançar Robinho, que esteve “perdido” no setor durante a primeira etapa.

O Brasil passou a pressionar e aos 12 minutos Diego teve ótima oportunidade após passe de Adriano. O goleiro Veja defendeu e, no rebote, o meia tocou de bicicleta e a bola bateu na trave.

Aos 18, Mineiro substituiu Elano e dois minutos depois Luis Fabiano entrou na vaga de Adriano, que pouco antes quase marcou em toque de letra após passe de Gilberto -a bola saiu rente à trave.

Rafael Sóbis ainda substituiu Anderson. De nada adiantou. E o Brasil sofreu sua primeira derrota este ano, após triunfos em amistosos sobre Irlanda (1 x 0), Suécia (1 x 0) e Canadá.

A seleção brasileira volta a atuar no próximo dia 15, quando enfrenta o Paraguai, em Assunção, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Três dias depois, a equipe pega a Argentina, em Belo Horizonte.

Texto de Tatiana Ramil

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below