Atletas podem se expressar livremente, diz membro do COI

domingo, 13 de abril de 2008 11:52 BRT
 

MELBOURNE, Austrália (Reuters) - Os atletas não precisam se preocupar com sua segurança na Olimpíada de Pequim e terão liberdade para falar livremente sobre suas crenças políticas, declarou um membro do Comitê Olímpico Internacional (IOC) neste domingo.

O australiano Kevan Gosper disse esperar que as autoridades chinesas sejam capazes de proteger os atletas após a revelação da semana passada de que planos terroristas para sequestrar jornalistas, atletas e turistas durante os Jogos foram frustrados.

"Acredito que os atletas estarão seguros durante os Jogos", disse Gosper ao canal de tevê local Channel Nine. "Mas entendo que ficarão desconcertados com os relatos recentes."

Gosper também disse que os esportistas terão liberdade para discutir suas crenças políticas sobre assuntos como o Tibete, contanto que sigam as orientações dispostas na Carta Olímpica e o conselho de cada chefe de missão de seus respectivos Comitês Nacionais Olímpicos.

"Vamos dar orientações claras aos Comitês Nacionais sobre como aconselhar seus atletas," declarou ele.

"Eles terão liberdade para falar. Tudo que pediríamos deles é que, como em todas as outras Olimpíadas, respeitem a Carta Olímpica, ou seja, que por favor não se pronunciem sobre temas políticos, religiosos ou raciais nas dependências olímpicas, como no pódio ou na vila olímpica."